TV e Pipoca Indica: Games | Starbound

Desvendar mistérios, realizar viagens interestelares, explorar outros mundos e conhecer outros povos. Se você também é do tipo que curte descobrir outros planetas e embarcar num universo (ou em vários!) cheio de aventuras, comece já a jogar Starbound.

Carinhosamente apelidado de “SB”, o jogo, lançado em julho de 2016 pelo estúdio inglês independente Chucklefish, pode ser enquadrado na categoria dos games indie. Você pode comprá-lo através da plataforma Steam por R$ 24,99 e jogá-lo no PC/Linux, mas ele também roda em consoles, como em Playstation 4, por exemplo. E não se preocupe quanto ao dinheiro gasto: cada centavo vale a pena. Basta ver as avaliações super positivas do game na Steam.

Starbound-2-1024x576 Games TV e Pipoca Indica

Além do gênero indie, podemos classificar Starbound como um tipo de RPG de sobrevivência. Afinal, explorar outros mundos requer que você esteja preparado para lutar contra todo o tipo de ser vivo e conseguir recursos para sobreviver num planeta estranho. Há um “quê” de Minecraft, mas SB vai além, com a visão do jogo em 3ª pessoa, ou seja, você vê seu char por inteiro e não através dos olhos dele ou dela.

A história também é bem interessante: você começa como uma espécie de estudante de uma escola intergalática de exploração, bem no dia da sua graduação. Você acorda, como num dia normal, e vai até o auditório para participar da cerimônia. Mas lá, acontece uma grande catástrofe e pronto! De repente, a aventura começa.

Captura-de-Tela-2-1024x607 Games TV e Pipoca Indica

Mas é claro, antes de tudo, você precisa criar seu personagem. Dá para escolher entre sete raças: Humano, Avian, Apex, Floran, Hylotl, Glitch e Novakid. Cada uma tem uma particularidade própria, descrita na hora da seleção. Aí você monta seu personagem “estilo The Sims” e escolhe a dificuldade do jogo para, então, começar. Um conselho: escolha a opção “survival”, em que você precisa comer para sobreviver. Deixar as coisas mais difíceis dá uma emoção a mais.

Starbound-3-1024x576 Games TV e Pipoca Indica

Bem, a história é linda, a variedade de personagens é interessante, mas e os gráficos? Bem, eles não são lá tão convencionais, muito menos seguem a linha da alta tecnologia, quase realísticos: estamos falando de pixels, meus caros. Quem tem um olhar mais “padrão” sobre games, pode achar péssimo, mas o estilo 2D, plataforma e os pixels dão uma nostalgia prazerosa, ao meu ver. Ok, tudo está pixelado, mas nem por isso deixa de ser incrível. A arte é belíssima, e cada detalhe do jogo foi pensado com muito bom gosto.

Em Starbound, chove, faz sol, neva, tem vendaval e todo tipo de variação climática. Você faz fazendas, constrói casas e as decora, ao mesmo tempo em que precisa de minérios raros para forjar sua arma e armaduras. Tem missões e vários desafios, além de lugares secretos para descobrir. E um universo com, literalmente, quadrilhões de planetas para você explorar. Tudo isso acompanhado de uma trilha sonora magnífica, cheia de emoção e originalidade. É um jogo incrível e tocante, que vai te conquistar com toda certeza!

Jenas

Louca por games, animes, mangás, séries, filmes e tudo o que desperte (e alimente) minha imaginação. Ah, se eu pudesse fazer dungeons em carne e osso...