Westworld, vale a pena conferir?

Está no ar, na HBO, Westworld, o seriado, que é transmitido todo domingo, e é a nova sensação da emissora americana e do público.

Com um grande elenco com atores como Anthony Hopkins (O Silêncio dos Inocentes), Ed Harris (O Show de Truman), James Mardsen (X-Men) e uma grande equipe criativa por trás como Jonathan Nolan (co-escritor de Batman: O Cavaleiro das Trevas) e J J Abrams, Westworld é a nova grande aposta da HBO.

Mas afinal, vale a pena conferir? E eu respondo, sim, vale a pena. O seriado é baseado no filme homônimo de 1973 e conta a história de um parque temático futurista onde quem paga muito dinheiro pode ir e fazer QUALQUER COISA! Mesmo! com os anfitriões, que são robôs ultra realistas e que agem de maneira muito natural, “vivendo” o dia a dia como se fossem mesmo moradores do velho oeste. Westworld levanta questionamentos morais sobre se é certo ou errado fazer o que quiser nesse mundo fictício, se matar, estuprar os anfitriões revela quem você realmente é ou se se trata apenas de diversão, algo como um videogame, se é traição fazer sexo com um robô, e traz aquele velho questionamento sobre o que define a vida, estar vivo é uma questão biológica ou se trata de um fator mental, ter consciência da própria existência não seria o suficiente para lhe atestar como um indivíduo? Se sim, o quão perto estamos disso com as IA’s?

Westworld é daqueles seriados muito bem construídos que narram um história fantástica e viciante e que deixa várias interrogações no caminho, ótimo para a criação de infinitas teorias e tem tudo, sim, para ser o próximo grande sucesso dos seriados, algo do tamanho de TWD ou GoT.