The Walking Dead | Redução de violência na série?

Sabemos que The Walking Dead é uma série de zumbis. Logo, tripas, sangue e violência são o esperado.

E dependendo da quantidade desses atos provocados em algum episódio, a AMC tenta restringir pelo menos um pouco dessa violência ou coloca uma restrição de idade maior.

twd-negan-704-209715-300x200 Séries e TV Mas no episódio de estréia da 7° temporada, como todos esperavam, a morte de personagens para o vilão Negan, assim como nas HQs, traria algo muito violento. E por isso, alguns se sentiram incomodados com tantos momentos de violência, cabeças sendo esmagadas, sangue para todo o lado e o medo psicológico em cima do Rick fez com que fossem sido consideradas violentas por um conselho do EUA, que exigiram que a AMC tomasse medidas.

A emissora com isso acabou cortando alguns desses momentos que até podemos ver no episódio 8 quando era para ter uma cena mais explícita e não foi mostrada tão bem.

E toda essa confusão fez com que fãs do mundo todo  fizessem uma petição para que a emissora reveja sua política:

the-walking-dead-s07e08-foto-extra-35-daryl-fat-joey-720x480-300x200 Séries e TV #SupportTheGore (Apoie a violência explícita)
“O que aconteceu? A AMC removeu o gore (violência explícita) da melhor série de TV, que pode cair em popularidade por causa de alguns bebês chorões. GORE É THE WALKING DEAD! THE WALKING DEAD É GORE. Nós precisamos disso para uma série cheia de ação e para passar uma sensação realística do Apocalipse Zumbi! Se você não gosta do gore, que bom… tchau! Há um aviso no começo do episódio! O que você esperava? Fadas?”

Confira em que os produtores disseram:

“A violência do episódio de estreia [da 7ª temporada] teve um motivo. O terror pelo qual os personagens estavam passando foi um momento bem específico daquele episódio e o começo de uma história totalmente nova.

Eu não acho que aquele deva ser o nível padrão de violência da série. Algo assim deve ser específico para uma história e com um propósito, que no caso foi o de traumatizar esses personagens a um ponto em que eles ficariam dóceis para o resto de suas vidas, o que era o objetivo de Negan.

Portanto, novamente, a violência do episódio de estreia foi para uma narrativa específica e eu nunca diria que aquele seria o padrão de violência que teríamos na série. Se algo assim aparecer novamente, será para uma narrativa específica.

Por mais brutal que o episódio 1 tenha sido, ainda assim ele foi parte de nossa bíblia de storytelling deste mundo. Eu acho que nunca deveríamos nos editar e, mesmo após ver de novo o episódio 1, por mais que tenha sido difícil para as pessoas assistirem, acho que não deveríamos ter mudado nada. Acho que nunca pegaremos leve. Há definitivamente uma diferença entre violência contra zumbis e violência entre humanos, mas, sinceramente, estamos apresentando a nossa história.”

O que você acha sobre isso?

The Walking Dead retorna dia 12 de fevereiro.

Marcos Alexandre

Estudante, administrador da página: @twd_noticias no Instagram.