LIGA DA JUSTIÇA: Rebirth #01 (Análise)

Liga da Justiça dispensa apresentações, você sabe quem eles são. Porém como já   foi muito comentado, quase nenhum herói se salvou das críticas da fase dos Novos 52, nem mesmo a L.J.A. Vale notar que antes do Rebirth, a DC tentou uma nova fase, que aliás chegou recentemente aqui no Brasil, a DC You. Nessa fase a Liga foi escrita (felizmente) e desenhada (infelizmente) pelo Bryan Hitch. O cara sabe mesmo escrever sobre a Liga, mas desenhar… não é mais o forte dele como era quando ele desenhou OS SUPREMOS da Marvel. Diferente de Jason Fabok que estava realmente chutando bundas enquanto desenhava A GUERRA DE DARKSEID na revista irmã da L.J.A. Acha um exagero? Olha a Mulher Maravilha do Fabok e olha a do Hitch, por favor.

JASON FABOK

fabok1-1024x782 Quadrinhos

BRYAN HITCH

jla-hitch-wonder-woman-jpg-672x1024 Quadrinhos


Agora que já deixamos claro que a arte do Hitch já não é mais como antes, chegamos finalmente à LIGA DA JUSTIÇA: RENASCIMENTO #001, a atual revista que saiu essa semana. Apesar de saber que Bryan Hitch é um excelente roteirista, como fez em seu ultimo arco da Liga chamado “Poder e Glória”, parece que aqui ele meio que estava sem ideias. A ameaça é realmente gigante, um alien do tamanho de Nova York chamado O Ceifador surge para “colher” os humanos. A Liga realmente parece não saber como conter uma ameaça dessa magnitude.

04 Quadrinhos
Enquanto isso, o Superman , que não é o falecido Superman dos N52, mas o Superman clássico Pré Flashpoint, está em casa com sua família e se perguntando se deveria ou não se unir a essa Liga da Justiça – ao mesmo tempo em que a Liga se pergunta se deveria ou não confiar nesse Superman, até porque ele já assumiu novamente o manto, como vimos em Action Comics #957. Por fim ele parte para ajudar a Liga, não porque eles precisem de mais alguém, mas sim porque o mundo precisa de um Superman.

06-1024x620 Quadrinhos
A forma como o Ceifador é por fim derrotado é um pouco vaga e simples demais, como se o monstro só fosse uma ameaça enquanto o Superman não estivesse por perto, mas assim que ele chega, tudo se resolve. A história não é ruim, mas como um REBIRTH eu esperava um pouquiiiinho mais dessa, que é o carro feche dos quadrinhos DC Comics. Foi mais para estabelecer que o Superman clássico agora está na equipe mais badalada da editora novamente. Por enquanto, o Rebirth mais maneiro ainda é o do Arqueiro Verde – chupa Arrow (Clique aqui para ler a analise).

18-1024x782 Quadrinhos

Denny Rodrigues

Quando criança, fui exposto a uma coleção de gibis radioativos me dando o conhecimento de todas as HQS do universo - Muahahaha!