Em Busca de Fellini | Crítica

Este filme incrível e emocionante conta a história de Lucy (Ksenia Solo), uma jovem de 20 anos, muito inocente, que nunca trabalhou ou teve amigos. Foi criada sob a superproteção de sua mãe Claire (Maria Bello), juntas assistiam romances clássicos e liam histórias de fantasias, assim Lucy cresceu sem conhecer as maldades do mundo.

Lucy se torna fã do cineasta italiano Frederico Fellini e resolve ir para a Itália atrás de seu ídolo, deixando como aviso apenas um bilhete em seu quarto. A partir daí a história fica muito mais dinâmica e até um pouco cômica. Chegando à Itália sua inocência a coloca em muitas enrascadas, Lucy deveria ter ido até Roma para se encontrar com Fellini mas acaba indo parar em Verona, onde experimenta novas sensações e na famosa sacada de Romeu e Julieta, um dos clássicos que lia com sua mãe, conhece Angelo (Lorenzo Balducci), um artista local que também estava observando a sacada. Eles se apaixonam, mas sua busca por Fellini fala mais alto e ela resolve deixar Angelo e partir para Roma. Até chegar a capital da Itália, Lucy ainda passa por muitas aventuras e perrengues, que só fazem a personagem crescer ainda mais. É aquela velha e boa história: O caminho é mais importante que a chegada.

Em muitos momentos durante o filme, Lucy associa os acontecimentos que está vivenciando, aos filmes de Fellini, o que nos faz perceber também algumas referências às clássicas obras do diretor italiano. A montagem das cenas mostra o quanto à personagem se identifica com os filmes de seu diretor preferido, e também o quanto sua inocência é vivenciada através das fantasias.

A forma como foram trabalhadas as cenas de tensão e desespero, e também as cenas em que a personagem está feliz descobrindo novos lugares, as cores, a trilha sonora se encaixam perfeitamente nos proporcionando uma experiência maravilhosa!

Em busca de Fellini é um filme que nos mostra como uma busca pode se tornar algo muito além do que estamos realmente procurando. Aquele filme que dá vontade de você morar nele.

O longa foi premiado este ano no Festival de Ferrara, recebendo os títulos para Melhor Diretor, Melhor Atriz e Melhor Filme.

A estreia aqui no Brasil será nesta quinta (07) e com certeza vale a ida ao cinema. Pra quem gosta de drama como eu, é um prato cheio!

Título Original: In Search of Fellini.

Direção: Taron Lexton.

Elenco:Ksenia Solo, Maria Bello, Mary Lynn Rajskub, Lorenzo Balducci.

Duração: 133 minutos

Gênero: Drama