PIPOCANDO LEGENDS OF TOMORROW

Essa semana foi ao ar pela CW o último episódio da primeira temporada de LEGENDS OF TOMORROW, a terceira série introduzida ao universo DCTV. Por ter uma proposta diferente de suas séries irmãs, Legends cometeu alguns erros, porém, dignos do nome da série, muitos acertos foram lendários. Confira agora o PIPOCANDO LEGENDS OF TOMORROW, a análise completa da temporada onde vamos estourar cada pipoquinha desse pacote.

dclegendsoftomorrow-cast-comic-con-812x522
Algo muito bacana que as séries Dc vem explorando desde a primeira temporada de Arrow é a introdução e participação especial de vários personagens dos quadrinhos. Porém, o lado triste disso era que não havia como focar mais nas histórias de todos esses personagens (que não são poucos) sem desfocar o herói principal de cada série. Assim esses novos heróis ficavam em terceiro plano até serem esquecidos. Até que Legends of Tomorrow apareceu, e pegou esses personagens, tanto de Arrow como de The Flash e os colocou para protagonizar a série de um jeito que ainda não haviam sido mostrados. Porém, antes de apostar em algo tão diferente, a história principal foi introduzida durante o segundo crossover entre Flash e Arrow, dividido em dois episódios chamados “Lendas de hoje” arrow-flash-legends_0e “Lendas do amanhã”, onde um tirano imortal chamado Vandal Savage chega a Central City caçando duas encarnações com quem estava conectado a milênios: Kendra, uma balconista em um café que na verdade era a encarnação da Sacerdotiza Chay-Era e que logo seria conhecida como MULHER GAVIÃO. O segundo era Carter Hall, antigo Príncipe Kufu e GAVIÃO NEGRO. Nesse crossover Kendra não se lembra de sua vida passada, por isso Carter precisa protegê-la de Vandal Savage enquanto ele os caça pois toda vez que mata Chay-Era e Kufu, fica mais poderoso. O crossover é mesmo lendário e divertidíssimo, com direito a Arqueiro Verde, Flash, Canário Negro, Speedy, Mulher Gavião e Gavião Negro lutando lado a lado. É praticamente um episódio de Liga da Justiça com direito a viagens no tempo e tudo mais. Mas isso era só o começo.

Com a estréia da série a mesma história se repete, mas pior e com consequências ainda mais terríveis. Vandal Savage sobreviveu. Pior. Em 2166 ele conquista a terra se tornando o supremo senhor do mal, com direito até mesmo a referências aos maiores medalhões da Dc, onde ele mesmo diz que viu o Cavaleiro das Trevas cair e o Homem de Aço morrer. Durante seu regime de terror, Savage mata a família de RIP HUNTER, que trabalha para os Mestres do Tempo. Como a conquista de Savage apesar de ser um grande mal não atrapalha a linha e continuidade do tempo, os Mestres decidem não se envolver, mas Rip Hunter decide agir. Ele viaja pelo tempo para recrutar heróis em sua busca para derrotar Savage no passado antes que ele conquiste o mundo. Seriam esses heróis Arqueiro Verde e Flash por exemplo? Seria a melhor escolha pois esse são os maiores, certo? Não! Pois, seus destinos são importantesLegends-of-Tomorrow demais para a história da humanidade e não poderiam ser arriscado, mudando fatos importantíssimos. Então Rip recruta aqueles que, até então afetariam muito sutilmente a linha do tempo: CANÁRIO BRANCO (Ninja Assassina), ELEKTRON (Gênio inventor, usa um traje de batalha que também permite diminuir o tamanho dos átomos de seu corpo), CAPITÃO FRIO (Gênio do crime, usa uma poderosa arma com raio congelante), ONDA TÉRMICA (Criminoso parceiro de Cap. Frio que usa uma arma semelhante, mas com poder se fogo), NUCLEAR (herói com poderes de nível nuclear que surge a partir da fusão de dois seres específicos, Professor Martin e Jax), além dos dois Gaviões que Savage caça pois ele só pode ser morto por eles.

A bordo da nave Waverider, que funciona como uma máquina do tempo, Rip Hunter e seu time de futuras lendas partem para o passado afim de derrotarem Savage quando seu poder ainda era pequeno, porém são derrotados no primeiro embate. O que leva Rip a pensar em desistir e revelar ao time que os escolheu pois se eles morressem não haveria um grande impacto na história e é aí que começa a cruzada deles, decididos a deixarem de ser do “Time B” dos heróis e se tornarem lendas. Já no segundo episódio temos uma das melhores cenas de ação de toda a temporada. Os heróis vão até o momento da história em que Savage ainda é um contrabandista de armas. Eles se infiltram em uma reunião secreta onde se encontram os maiores grupos criminosos do mundo inteiro para comprar armas de nível militar. Quando tudo dá errado e seu disfarce é descoberto, a equipe precisa lutar contra todos os criminosos ao mesmo tempo. A batalha é de tirar o fôlego e levou ao primeiro momento lendário.
MOMENTO LENDÁRIO – NUCLEAR: Com medo de ser derrotado, Savage ativa uma ogiva e a deixa para explodir todo o continente. Em meio a batalha, nem Elektron consegue desativa-la. Eles decidem que o melhor é levá- la o mais longe possível, porém, sem chance de desativa-la, Nuclear não tem escolha e usa todo seu poder para absorver a explosão nuclear da ogiva com seu próprio corpo. Lendário.

Após uma missão fracassada, enquanto apenas Nuclear, Frio, Onda Térmica e Rip estão na nave, Waverider precisa partir as pressas antes de ser destruída. Deixando Canário, Gavião e Elektron para trás, preso em 1855. Supostamente abandonados por 4 anos, decidem seguir em frente onde estão. Ray e Kendra assumem compromisso e moram juntos, porém Sara decide voltar ao único lugar onde se sente em casa, Nanda Parbat, lar da Liga dos Assassinos.
MOMENTO LENDÁRIO – CANÁRIO BRANCO: A luta de Sara contra seu lado sombrio é constante, assim ela se mantinha lutando pelo bem e evitando seus instintos. Ao ser abandonada pelo resto do time ela volta a servir Ra’s Al Ghull. Agora, vemos Canário mostrando seu lado mais perigoso e sombrio. O time decide resgatá-la, mas a luta não será fácil.

Onda Térmica sempre deixou seu lado vilão falar mais alto, o que o levou a trair o time para salvar sua própria vida. Assim, Capitão Frio não tem outra escolha se não matá-lo. Mas não é frio o bastante para fazer isso com seu parceiro de décadas, nos levando ao próximo momento lendário.
MOMENTO LENDÁRIO – ONDA TÉRMICA: Após não ser morto, mas sim abandonado, Onda Térmica é resgatado e acolhido pelos Mestres do Tempo que o transformam em…CRONOS! O caçador de recompensas que os persegue desde o primeiro episódio. Apesar do que parecia, Onda Térmica sempre foi um oponente a altura do time. Combatendo-os ao mesmo tempo se necessário.

Após se tornarem um problema para os Mestres do Tempo, eles decidem enviar uma assassina para matar as versões jovens e inocentes do heróis no passado para que eles nunca venham a existir. O que gerou um dos momentos mais emocionantes da série. Jax nunca conheceu seu pai pois ele morreu na guerra pouco depois de ele nascer. Porém, quando volta ao passado para salvar ele mesmo quando ainda era um bebê, na maternidade ele encontra seu pai e os dois tem uma conversa que emociona. Logo teriamos outro grande momento.
MOMENTO LENDÁRIO – RIP HUNTER: Após tomar como refém o pai de Nuclear, a assassina quer em troca a versão criança de Rip Hunter. Porém, desde criança ele já era atrevido e isso deu uma nova vantagem as lendas.

Pouco antes de 2166, Savage já rendeu quase o mundo inteiro. Isso devido a ter aprimorado a tecnologia de Ray Palmer e inverte-la para em vez de encolher, crescer, criando assim o Leviatã gigante com 30 metros de altura e poderoséssimo. Com ele, Savage era intocável. Porém, Dr. Palmer jamais permitiria que sua tecnologia fosse usada para o mal, como já havia impedido em episódios anteriores. Ele já era um herói, mas agora, seria mais.
MOMENTO LENDÁRIO – ELEKTRON: O Leviatã estava a caminho e não havia nada para bater se frente com tamanha força. Porém, o gênio Palmer encontra uma forma de reverter seus átomos e consegue num golpe de sorte crescer gigantescamente. Agora é Gigante vs Gigante. Isso foi mesmo lendário!


Ao mesmo tempo em que Elektron estava numa batalha de titãs, a Mulher Gavião estava em um dilema, pois para matar Savage precisava usar um dos objetos dela quando morreu a primeira vez e tudo o que havia conseguido foi uma pulseira de metal. Então ela descobre como usá-la.

MOMENTO LENDÁRIO – MULHER GAVIÃO: Kendra decida com a ajuda de Onda Tármica, derreter a pulseira e derrama-la em cima da clava que Carter usava em batalha. A massa se torna a suposta arma definitiva para matar Savage.


Com a chegada do fim da temporada, os heróis descobrem que vem sendo manipulados pelos Mestres do Tempo através do Oculus. Assim, a equipe parte para destruí-lo. Ray Palmer está pronto para morrer se necessário para o êxito da missão. Mas Onda Térmica o salva e fica em seu lugar para segurar o detonador. Porém…MOMENTO LENDÁRIO – CAPITÃO FRIO:  Capitão Frio ainda não quer perder seu parceiro, por isso mais uma vez o nocauteia e fica em seu lugar. O grande e frio vilão se sacrifica pelo amigo e pelo time morrendo como lenda…e herói.

A série termina com 16 episódios e entregando de fato o que prometeu: uma aventura bem diferente do que estávamos vendo em Arrow e The Flash. Deu profundidade a personagens B das outras séries e os transformou mesmo em lendas. Ao término do episódio, fica um gancho para a próxima temporada, pois surge em uma outra Waverider o herói HOMEM HORA dizendo ser enviado de volta por eles mesmos do futuro. E muito mais do que isso, ele se apresenta como membro da SOCIEDADE DA JUSTIÇA DA AMÉRICA. É meus amigos, a próxima temporada promete ser ainda mais lendária. E claro, o TV e Pipoca vai comentar tudo isso aqui no site pra vocês. Curtiu o Pipocando? Comenta com a gente o que você achou sobre essa temporada!

Denny Rodrigues

Quando criança, fui exposto a uma coleção de gibis radioativos me dando o conhecimento de todas as HQS do universo - Muahahaha!