BATMAN/TARTARUGAS NINJAS Nº01 – REVIEW COMPLETO!

Batman/Tartarugas Ninjas  Nº01 é mesmo uma ótima leitura. Os desenhos são muito bons e a história, apesar de ser simples, te prende pela fidelidade aos aspectos principais dos personagens.  A história se passa em Gotham City, quando um laboratório é atacado e roubado por um clã de ninjas. E quando eu digo um clã eu não falo de quatro ou cinco ninjas, falo de dezenas, uma legião de ninjas mesmo. Ninjas em Gotham, Liga dos Assassinos provavelmente? Não. Quem será? Isso, lógico é um trabalho para o maior detetive do mundo:

02

Batman está muito bem caracterizado. Ele é bem grande, e bem forte. Normal? Não necessariamente, atualmente em Liga da Justiça da América Batman não está a metade do tamanho que aparenta aqui. Nessa hq porém é importante que Batman seja assim tão grande pois está prestes a enfrentar uma legião de ninjas e depois mais quatro ninjas que além de ninjas (uffa, quantos “ninja” na mesma frase) também são tartarugas mutantes. Por falar em ninjas, achei perfeito o modo como eles são retratados aqui. Eles não são vilões comuns que aproveitam estarem em bando para simplesmente sair na violência como os bandidos de sempre. Eles são um grupo seleto treinado nas artes do ninjutsu e por isso são silênciosos. Durante a HQ uma das personagens comenta que apesar de muitos, só se percebeu a presença deles depois que as vitimas escutaram o som das espadas saindo da bainha. 03

Tudo bem, apesar de grandes, musculosas e mutantes, as tartarugas são adolescentes, que curtem pizza e video game, isso não é esquecido na HQ, o que eu disse sobre preservar quem os personagens deveram ser. E isso vai mais além, pois também não esquece que essas adolescentes são ninjas, então na hora de atacar os vilões elas não fazem estardalhaço – okay, o Mike é um caso a parte – elas agem na sombra, na fumaça, em silêncio, respeitando também os princípios básicos do ninjutsu. Achei interessante também como Batman percebe que se tratam de ninjas antes mesmo de encontra-los. Analisando as escoriações no corpo de uma vitima ele percebeu que não eram golpes aleatorios,mas de habilidades ninja em especifico. Ele não se sente intimidado, não simplesmente por ser o Batman, mas por ja estar a costumado a lidar com esse tipo de criminoso, como Ra’s Al Ghul e a Liga dos Assassinos, ele vai pra cima.

06

 

Um dos ultimos pontos altos é a aparição do Destruidor e como ele tenta intimidar Batman e como no fim, some usando de mais artificios ninja, como a bomba de fumaça (tem coisa mais legal que isso? Que mané jutsu clone das sombras que nada!)

07

 

O fim dessa edição nos mostra algo muito interessante sobre o Batman e suas reações. Normalmente Batman surpreende os inimigos chegando pelas sombras e saindo na porrada ou falando alguma frase de efeito. Porém, no final quando encontra as tartarugas , Batman não diz nada, ja as observava a alguns instantes. Ele ficou surpreso? Curioso? Não sei, só sei que é crossover e quando tem crossover, tem combate entre heróis. Aguardem a edição 2!

08

Denny Rodrigues

Quando criança, fui exposto a uma coleção de gibis radioativos me dando o conhecimento de todas as HQS do universo - Muahahaha!