Vida | Um thriller que te leva ao limite da tensão

Um filme que me conquistou pelo trailer. Um trailer que não revelava muita coisa, era apenas uma cena com menos de 2 min, cena essa que se passa logo no começo do filme e que me deixou extremamente curioso para assistir ao longa e que em tempos em que se dobra o orçamento do filme apenas com o marketing, em que são lançados 3, 4 trailers com cenas cada vez mais reveladoras, lembrei-me de como é bom assistir a um filme sabendo de praticamente nada sobre a história. O filme Vida teve seu orçamento estimado em 58 milhões de dólares, valor baixíssimo para os padrões hollywoodianos, e embora no site oficial do filme conste alguns vídeos que falam um pouco mais sobre a história, a divulgação do filme, ao menos no Brasil, foi pequena mas bastante chamativa.
 
Vida conta história de 6 astronautas de nacionalidades diferentes que estão em uma estação espacial e que tem como missão estudar uma forma de vida coletada do solo de Marte. O longa conta com astros como Jake Gyllenhaal (Príncipe da Pérsia: As Areias do Tempo 2010), Ryan Reynolds (Deadpool 2016) e Rebecca Ferguson (A Garota no Trem 2016) mas a trama não foca no desenvolvimento de nenhum dos seus protagonistas o que não chega a ser um problema em si, uma vez que o desenrolar da história segura muito bem nossas atenções em um filme relativamente curto para os padrões atuais (1h 44min) e você, apesar de não se apegar tanto aos personagens, quer muito saber o que irá acontecer em seguida.
 
O trailer que passou várias vezes ao longo dos últimos 2, 3 meses nos cinemas que mostra a pequena criatura marciana segurando a mão de um astronauta e posteriormente quebrando seu dedo transmite bem o sentimento que o filme passa, é uma angústia constante, aquela sensação de estar sentindo a dor do outro, de se colocar temporariamente naquela situação.
 
O filme se desenvolve muito bem até o momento que se aproxima do final onde achei que fosse ficar maçante, então o filme nos trás uma reviravolta que eu poderia apostar que todos que estavam na sala do cinema pensaram praticamente ao mesmo tempo “ahhhh, caramba, não foi isso que aconteceu, foi aquilo “ e o filme acaba como começou, nos deixando com uma grande sensação de angústia.
 
Não falei muito sobre a história para que você leitor tenha uma experiência como a minha, descobrindo tudo na medida em que o filme desenvolve. Se gosta de filmes no espaço, com criaturas estranhas, super recomendo que assista e recomendo também que não leia mais nada, não procure mais nada sobre a história, acabe essa leitura e vá assistir ao filme. 😉